Como escolher uma cortina para quarto?

As cortinas são complementos decorativos ideais para transformar o quarto, garantindo-lhe mais sofisticação, aconchego e privacidade. Quer investir nesses acessórios, mas não sabe como escolher cortinas para quarto? Aqui você aprende dicas especiais para realizar essa tarefa com louvor. Confira!

 

Cortina para quarto

Dicas para acertar na escolha da cortina para quarto

 

Considere a decoração do quarto

Um dos segredos para acertar na escolha da cortina é considerar a decoração do quarto, para eleger um modelo que tenha a ver com o restante do ambiente, gerando harmonia e unidade visual.

Acerte no tamanho

Se não houver móveis próximos à janela, o ideal é que a cortina seja grande, desde o teto até o piso, o que garantirá um resultado mais sofisticado e elegante para a decoração.

Caso haja móveis, como cômodas ou escrivaninhas, o melhor é escolher uma cortina curta, o que evitará sobrecarregar visualmente o ambiente, tornando-o mais agradável e com decoração irreverente.

 

Defina um tipo de tecido

O quarto é um cômodo que recebe muito bem cortinas feitas com tecidos encorpados ou mais leves, portanto, cabe ao dono do cômodo escolher sua opção favorita. Neste caso, é interessante ressaltar que tecidos encorpados bloqueiam melhor a luminosidade e também garantem privacidade.

Já a cortina para quarto feita com tecido leve é transparente, portanto, não bloqueia a luminosidade. Se quer utilizá-la mesmo assim, é possível investir em um forro mais grosso, como o feito com algodão.

Eleja a cor ideal

Se a decoração de seu quarto for clássica ou tiver medo de errar na tonalidade, a dica infalível é escolher uma cortina numa tonalidade neutra, por exemplo, branco, bege, cinza e tons terrosos.

Essas cores neutras são apostas certeiras porque combinam com tudo, o que reduz significativamente a chance de errar e sobrecarregar visualmente a decoração do quarto.

Gosta de cortinas coloridas? Então, escolha um modelo que tenha cor semelhante ao restante da decoração do quarto. Assim, será possível atingir um resultado harmônico.

Móveis indicados para salas pequenas

A parte mais difícil de decorar uma pequena casa é escolher o mobiliário. Ele tem que se encaixar confortavelmente sem parecer fora do lugar, sem fazer com que o ambiente pareça apertado e confuso e também precisa ser o mais prático e funcional possível.

1. Escolha móveis leves e compactos

Se um quarto for pequeno, você deve procurar por peças leves ou móveis feitos de materiais como vidro. O mobiliário tem que ser discreto e ocupar o menor espaço possível ou, pelo menos, criar essa impressão.

2. Não atrapalhar o espaço com móveis

Muitas vezes cometemos os erros de pegar um monte de pequenos móveis pensando que eles pareceriam menos intrusivos quando, na verdade, eles têm o efeito oposto, dando ao ambiente uma aparência desordenada. 

Em vez disso, obtenha peças menores e maiores que darão à sala uma aparência mais organizada e espaçosa.

3. Use móveis de parede

Ao montar seus móveis nas paredes, ao invés de encostar no chão, você deixa a sala mais espaçosa. Algumas opções fantásticas incluem uma mesa de parede, mesa de jantar ou mesas de console, bem como as prateleiras abertas sempre populares.

4. Escolha tons monocromáticos

Mesmo que você inclua grandes peças de mobília em uma pequena sala, se elas vêm em esquemas de cores simples, neutras e monocromáticas, elas parecerão leves e se adaptarão melhor à decoração. 

Use móveis brancos nas paredes brancas para fazê-los desaparecer no fundo, dando impressão de um maior espaço.

5. Mobília multifuncional

Uma peça de mobiliário, como um sofá que funciona como uma cama ou, melhor ainda, como beliches, seria um excelente complemento para uma pequena sala, por menor que seja. 

Você basicamente consegue economizar uma tonelada de espaço por ter três partes separadas ocupando a quantidade de espaço que apenas uma delas ocuparia.

6. Sofás cama

Um sofá cama é incrível se você não tiver um quarto de hóspedes, por exemplo. Ele poderá servir como um sofá na maioria das vezes, mas também pode ser transformado em uma cama confortável, se necessário. Melhor ainda, inclui espaço de armazenamento secreto sob os assentos.

Dicas para escolher um sofá pequeno para sua casa

Se você tem uma sala de estar menor ou mora em um apartamento pequeno, provavelmente está se perguntando como escolher um sofá que se ajuste ao seu ambiente. Afinal, você quer que seja de tamanho adequado, mas funcional e confortável.

Claro, a opção mais simples é escolher um sofá que vem em um tamanho de apartamento. No entanto, há algumas coisas que você deve considerar antes de tomar uma decisão. Além de escolher um sofá reduzido,existem várias maneiras de maximizar seu espaço em uma pequena sala de estar.

Como acontece com qualquer investimento em móveis, é importante fazer algumas perguntas antes de fazer uma compra.

Em primeiro lugar, tenha em conta o tamanho real do seu espaço. Meça as dimensões do local para que, quando você entrar para falar com um consultor de design, ele tenha uma ideia do que caberá no seu espaço. Se você puder, traga fotos também!

Em segundo lugar, pense no seu estilo de vida. Quantas pessoas vivem em sua casa? Você terá muitos convidados visitando o seu local? Você quer uma sensação ao se sente mais suave ou um sofá mais firme e com apoio?

Independentemente de você estar morando em um apartamento decida de pequena ou em uma casa menor, a ideia é escolher o sofá para sua casa que melhor se encaixe nas medidas existentes.

A primeira opção a considerar é obter um sofá de tamanho de apartamento . Que geralmente fica em torno de 2 metros.

Claro, você vai querer escolher um sofá que corresponda ao seu estilo de vida e estilo, bem como o tamanho. Você também pode optar por um corte em menor escala, se você apenas um sofá maior. A montagem do corte na sua casa dependerá do layout da sua sala de estar.

Se você quer a funcionalidade de um quarto de hóspedes dentro da sala de estar, um sofá-cama, é uma ótima opção. Finalmente, ao considerar o layout de uma sala de estar menor, você pode optar por um sofá de costas baixas. Isso manterá o espaço aberto e maior do que realmente é.

Benefícios de adicionar uma cachoeira à sua piscina

Olhando para dar a sua piscina essa adição especial? Adicionando uma cascata à sua piscina é uma ótima maneira de melhorar a sua experiência de piscina. Simplesmente adicionando uma cachoeira, sua piscina se transforma de um corpo simples de água em um quase-spa no seu quintal. É realmente esse fator “uau” que você sempre quis. A beleza visual, o apelo auditivo e os benefícios práticos fazem da cascata uma opção atraente para qualquer proprietário que queira construir uma nova piscina.

 

Os benefícios de adicionar uma cascata à sua piscina incluem:

  • Licença Criativa. Cachoeiras são uma adição atemporal a qualquer piscina. Se você usa uma cachoeira de rocha mais natural ou um design com um toque mais moderno, uma cachoeira é quase certamente a obra-prima de qualquer piscina.
  • Relaxamento. Imagine voltar para casa depois de um longo e árduo dia de trabalho para relaxar perto da piscina. O som da água em cascata sobre a rocha para bater suavemente em um corpo maior de água é extremamente relaxante e uma excelente maneira de aliviar o estresse.
  • Filtragem. A cachoeira mantém a água em movimento, aumentando a capacidade da piscina de se limpar e manter a água saudável para uso. Na verdade, é comprovado cientificamente que a água em movimento / borbulhante libera íons negativos, purificando assim a água em toda a sua piscina.
  • Transformação. Se você tem um pool existente e quer apimentar as coisas, talvez tudo que você precisa é de uma nova cachoeira. Esta adição, com alguns outros retoques, pode fazer sua piscina parecer nova. E se você estiver em processo de compra de uma nova piscina, uma cachoeira irá mantê-la ótima para os próximos anos.

Uma vez que você decidiu adicionar uma cachoeira à sua piscina, é importante que um elemento estrutural seja especificamente projetado para abrigar a piscina junto com uma cachoeira. Ao planejar com seus designers sobre como você deseja que o pool procure, considere aspectos como largura, profundidade e altura que você deseja que a cascata seja. Além disso, lembre-se de que quanto maior a cachoeira, mais a água estará constantemente se movendo em sua piscina. Ao levar em conta todas essas considerações, você poderá selecionar facilmente uma cascata que aprimore sua experiência de pool por muitos anos.

Como um contratante experiente em piscinas de Tampa , ficaremos felizes em discutir o seu projeto de piscina com você.

Pré-moldado x pré-fabricado: qual a diferença?

Pré-moldado e pré-fabricado são palavras frequentemente utilizadas quando o assunto é construção e obra. Saiba, aqui, o que significa cada um desses termos e qual a diferença entre eles.

 

O que é pré-moldado e pré-fabricado?

 

Os pré-moldados e pré-fabricados são estruturas de concreto prontas que substituem partes tradicionais de uma construção. É possível, por exemplo, comprar uma parede, viga ou uma laje pré-moldada / pronta.

 

Mas, por que investir nesse tipo de estrutura para realizar uma obra? Simples: os pré-moldados e pré-fabricados proporcionam vantagens únicas em comparação com métodos tradicionais de construção, com destaque para:

 

  • Redução de gastos com mão de obra, além de evitar desperdícios de materiais, uma vez que as estruturas estão prontas;
  • Diminuição de aproximadamente 25% do tempo total de obra, uma vez que se trabalha com estruturas já produzidas;
  • Baixo risco de gastar mais com a execução da obra, já que não se faz necessário repor materiais com frequência;
  • Garantia de uma construção com qualidade elevada, porque todas as estruturas são produzidas seguindo normas ABNT.

 

 

Qual a diferença entre pré-moldado e pré-fabricado?

 

Todo pré-moldado é produzido por uma equipe especializada fora do local que ele será aplicado, geralmente num canteiro de obras. O processo de fabricação segue normas técnicas da ABNT, mas as estruturas não são submetidas a exigências rígidas de controle de qualidade.

 

Já o pré-fabricado é executado, sempre, em ambiente industrial, com instalações e equipamentos destinados a esse fim. A produção desse tipo de estrutura também deve cumprir normas ABNT, que envolve uso de mão de obra treinada e processos industriais racionalizados, executados em condições controladas. Neste caso, o controle de qualidade é mais incisivo e rigoroso.

 

 

Pré-fabricados e pré-moldados de concreto em Curitiba

 

Pensando em adotar os pré-fabricados ou pré-moldados de concreto, para aproveitar todos seus benefícios em seu projeto? Então, garanta-os com uma empresa especializada, para investir em produtos que atendam normas técnicas e assegurem a qualidade de sua obra.