Como escolher o colchão?

Encontrar um bom colchão é uma tarefa complicada, hoje em dia, existem não só infinidade de marcas, se não uma grande variedade de materiais, firmezas, tamanhos… é cada vez mais difícil escolher um colchão. Se não sabia, estamos com uma média de 2 meses para escolher um colchão ai é nada! Hoje eu quero falar da nova gama de colchões que apresentou IKEA, não só por sua qualidade, se não, por que também facilitam o processo de escolha do colchão ideal para cada caso.
Deixo-vos algumas imagens de sua nova coleção e mais abaixo as dicas básicas para escolher o colchão ideal.

Os novos colchões de Ikea, tem apostado na qualidade, com variedade em todas as medidas. Tão seguros são de alta qualidade a sua nova gama que você tem 365 dias para devolvê-lo, para que tenha tempo de testá-lo e devolvê-lo se não se convence e ¡¡25 anos de garantia!! (que se diz em breve). Além disso, também possuem uma grande variedade de materiais, já que cada pessoa buscamos características específicas. E é aqui que entra a pergunta do milhão como escolher um colchão que se adapte às minhas necessidades?

Escolher o material do colchão
Viscoelásticos: firmes, mas com flexibilidade. Molda-Se ao corpo e distribui o peso uniformemente. Além disso, é o ideal para os mais frioleros porque se adapta à temperatura de seu corpo. Absorve os movimentos, então é uma boa opção para dormir em casal. Se esse é o seu material favorito, o modelo Mytbacka é o que se ajustará a você.
Molas: oferecem um melhor apoio e a ventilação é excelente. O colchão Hyllestad Ikea, conta com molas ensacadas individualmente, que atuam de forma independente, adaptando-se ao seu corpo. Mas se preferir também pode encontrar a opção de molas Bonnell que fornecem um suporte abrangente.
Este tipo de colchão é o melhor para aliviar as tensões musculares. Conta com uma camada de viscoelástico de 5 cm na parte superior.
Látex; adapta-se ao corpo e distribui o peso por igual, para que não se observem os movimentos. Evita que passe calor quando você dorme, pois favorece a circulação do ar. Ao não existir uma pressão excessiva sobre qualquer parte do corpo, facilita a circulação sanguínea e ajudam a relaxar por completo. O modelo Matrand é o indicado neste caso.

Além do material, há também que ter em conta a dureza e a firmeza do colchão, mas para isso o melhor é experimentá-los ao vivo. Como já dissemos no início, é difícil a escolha de um colchão, por isso eu recomendo passar por esta página, onde se pode descartar opções por faixas de preço, medidas, firmeza e materiais e acertar na hora de escolher o que mais se adapta a si.
Como resumo, estas são as chaves para ter em conta na hora de escolher um colchão:
O primeiro: o tamanho do colchão. Existe uma grande variedade de medidas.
Escolha o material que mais se ajuste às suas necessidades (viscoelástico, molas ou látex).
Grau de firmeza e dureza, cada material conta com opções de firmeza e dureza diferentes.
O estrado é fundamental para a ventilação do colchão.
Cada pessoa é diferente, por isso o ideal é experimentar o colchão antes de comprar. Ou contar com opções simples de retorno como as que nos oferece Ikea.
Você vai gastar muitas horas nele, por isso tome o seu tempo para escolhê-lo, o descanso é o mais importante!
Como escolher o colchão?

Uncategorized